segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Outra estação


A aura e a magia de alguém.
Seja:
meu oriente,
meu ocidente,
todas as direções,
a flor da minha manhã,
amanhã.

Apareça.
Assim, com os cabelos molhados, de camiseta branca, sorriso largo.
Para eu poder te enxergar, iluminante, e imergir.
Veranear contigo, alucinada.
- Uma pena que essa nova estação não pára de ameaçar o florecer do meu amor.

Congela tudo!
E vem viver a nossa eterna primavera?

Todas as cores,
todas as sensações:
versos livres de nós e nós.

Foto: Larianne Rocha

Um comentário:

Deize Almeida disse...

"de nós e nós" simples e bonito.