terça-feira, 2 de março de 2010

A Fênix


Sob o meu querer
bel-prazer
sobre o palanque virtual
desejo – ad infinitum (...)

no apreço pela hiper-realidade
simulando através dos sonhos
(detalhe que é lua cheia)
O teu (meu) sorriso único e mais querido:
a volta do deslumbre!

Um comentário:

A Insustentável leveza do Ser disse...

uia, nem entendi,mais gostei rs