domingo, 17 de janeiro de 2010

(***)

*
Olho olhos
Brilho brilho
Brilho fosco. Fosco brilho?
Fosco Fosco...

**
Dança menina.
Beija.
Menina fuma bonito.
Me beija feliz mais eu.
Mas “eu não vim aqui para desistir agora”.
É, tem sentido não.
Sorry.
Tem perdão, tem?

***
Dê -
Desespero -
Desperto –
Só.
Sofro.
Ora, por um ato solto.
Já por um ato falho.
Sim pela palavra lançada.
Dos detalhes.
Micro, miúdos:
grande amor.

****
Qual é a minha parcela de culpa?
Quanto me resta?
Amo, assim sem disfarçar.
Se eu sei amar?
Toda errada, sei.
Até não saber mais o que isso é.
Mas sou.
Sua e amo.
Até o último suspiro.
Medo!
Reflexão: e ontem e amanhã?
E hoje?
Que monstro que vou ser mesmo?
A culpa.

****
Sou febre.
Corpo, tesão.
Sou má.
Insegura e desconfiada.
Bê-á-bá.
Sou blá-blá-blá.
Para ser só, só não sou.
Seu número.

***
Começo homeopática.
Gota a gota, a me destruir para você.
Como um dominó, com suas pecinhas, construo uma figura.
Depois derrubo a primeira peça, que derruba a segunda, a terceira e
Oh, efeito dominó.
Trá.
Resta 1.

Quero remontar tudo.
Sozinha, não consigo.
Quer se indispor?
Ou se dispõe a me ajudar?
Esquece, deixa para lá.

** Mazô **
Tá vendo aquele caco de vidro?
Pega, vem e me corta.
Mais e mais: me bate na cara.
Minha cara.
Me morde.
Até arrancar um pedaço meu.
Deixa em mim a cicatriz maior.
Vem com fogo.
Me marca.

Pode me beijar agora?

**
A menina ainda dança
com suas armas próprias
dança bem como uma boa filha
dança e canta como ninguém.
Encanta a menina.
Deslumbra.
Me preenche até a borda.
Pinta e borda essa menina.

*
Punhal (?)
Apunhalada ao lado.
Alada voa.
Te ofereço as minhas migalhas limitadas.
Digo, imitadas.

(***)

Um comentário:

Marittza disse...

caráleoooooooo!!!

Trem mais lindo neste mundo!!!!
Denso
Forte
Assustador
De amor
Sim, estas coisas de amor
Que nos fazem cortar o juízo!
Lindo!!